Skip to content


Perseverança fotográfica

Não sabia que dava para fazer uma exposição tão longa assim com uma câmera pinhole…

Matéria da Gizmodo:

Foto pinhole com exposição mais longa da história é também a mais magnífica

Pinhole

“Eu adoro fotografias com câmera pinhole. O fato de você tirar uma foto  com o mínimo possível de dinheiro, sem lente, com uma caixa e um buraco refletindo a imagem é lindo. E ainda mais quando você tira fotos assim com exposição por meses  – ou até anos – a coisa fica ainda mais romântica. A mais longa exposição, essa da foto, mostra 34 meses da vida de Nova Iorque.

“Ela foi tirada pelo artista alemão Michael Wesely, que trabalhou em conjunto com o Museum of Modern Art de NY para registrar a destruição (e a construção seguinte) do prédio do museu. As imagens são quase fantasmagóricas, e são uma ótima lembrança do patrimônio do MoMA. ” Por Kat Hannaford – Gizmodo

Pinhole

Pinhole

Pinhole

Posted in Clipping, Fotografia.

Tagged with , .


2 Comentários

Mantenha-se atualizado! Assine o RSS feed para comentários deste post.

  1. Pedro diz...

    Só para ser justo com o blog, vou fazer aqui o mesmo comentário que fiz no Facebook:

    Quero ver fotometrar esse troço! Já pensou: “Acho que o furo deve ser desse tamanho…” – 2 anos depois: “Ops, errei!”

    Eu diria que a fotografia pinhole é um statement contra a digitalização da fotografia… Eu gosto!

  2. Lia Caldas diz...

    E eu vou dar o mesma resposta que dei no Facebook 🙂

    Hahaha… É verdade! Tem que ter muita experiência nesse troço pra fazer uma foto dessas. Senão tem que demolir o prédio e construir de novo pra refazer a foto, né!?



Você pode usar um pouco de HTML

ou responda este post via trackback.