Skip to content


Monte Roraima

Olha isso!

Vista aérea do Monte Roraima - Foto: Paulo Liebert/AE
Vista aérea do Monte Roraima – Foto: Paulo Liebert/AE

.

Monte Roraima - Foto: Paulo Liebert/AE
Monte Roraima – Foto: Paulo Liebert/AE

.

Monte Kukenán- Foto: Paulo Liebert/AE
Monte Kukenán – Foto: Paulo Liebert/AE

.

Monte Kukenán - Foto: Paulo Liebert/AE
Monte Kukenán – Foto: Paulo Liebert/AE

.

Taí um lugar que eu quero muito conhecer. Essa vontade apareceu desde a primeira vez que ouvi falar dos tepuis e das belezas e estranhezas do lugar. Desde então, a vontade vem crescendo, e agora penso em estabelecer uma data para chegar lá.

“Uma lenda indígena diz que o Monte Roraima, na tríplice fronteira entre o Brasil, a Venezuela e a Guiana, é a morada de Makunaima, uma entidade sagrada. Os índios Macuxis dizem que Makunaima foi fecundado no topo do monte durante um eclipse, quando raios dourados do Sol refletiram em um lago com os raios prateados da Lua. De curumim, cheio de magia, Makunaima cresceu forte e tornou-se um índio guerreiro. Guardião do monte faz o tempo nublar e chover se alguém gritar em seu topo, pois é lá que repousam os espíritos dos pajés. Quando um deles morre, seu espírito penetra na terra e se transforma em cristal.” Paulo Liebert

Achei esse post – Monte Roraima: lendas e aventura – com fotos e texto de Paulo Liebert, num dos blogs do Estadão: Olhar sobre o mundo, de Nilton Fukuda. As fotos são demais! Vale o clique!

Recentemente, em janeiro de 2010, uma expedição composta por Eliseu Frechou, Marcio Bruno e Fernando Leal abriu a primeira via de escalada em uma das paredes do Monte Roraima: Guerra de Luz e Trevas. Antes disso, só havia um caminho de acesso pela Venezuela e outro pelo Brasil, sendo o segundo bem mais difícil que o primeiro.

.

Monte Roraima - Foto: Eliseu Frechou
Monte Roraima – Foto: Eliseu Frechou

.

Monte Roraima
Eliseu no jumar da P3 – Foto: Márcio Bruno

.

Monte Roraima
Monte Roraima – Foto: Eliseu Frechou

.

Em seu blog, Eliseu colocou bastante material sobre a conquista. Neste post – Respostas às perguntas feitas no Planeta EXPN – ele colocou o croqui da via, junto com a entrevista feita para a ESPN. Nestes, ele relata a aventura:

Escalando o Roraima – nos domínios de Makunaima,
Escalando o Roraima – a decolagem,
Escalando o Roraima – começa a guerra,
Escalando o Roraima – Trevas,
Escalando o Roraima – Quem vai ganhar a guerra? e
Escalando o Roraima – a batalha final

Meu objetivo não é escalar essa via, mas sim subir pela trilha mais fácil, pela Venezuela, pois ainda tenho que comer muito arroz e feijão para conseguir fazer qualquer outro caminho. Quer dizer, até o “caminho mais fácil” ainda é puxado para mim. Vou ter que treinar bastante antes de encarar essa aventura.

Posted in Escalada, Fotografia, Minha vida.


1 comentário

Mantenha-se atualizado! Assine o RSS feed para comentários deste post.

  1. Douglas Luvizan diz...

    Animal!



Você pode usar um pouco de HTML

ou responda este post via trackback.