Skip to content


A Estrada do Parque Nacional do Itatiaia (BR 485)

O Parque Nacional do Itatiaia era atravessado por uma estrada – que há muito deixou de ser uma estrada de verdade, pelo menos dentro do parque – mas que ainda consta no Google Earth como existindo.  Essa informação deve estar em algum mapa oficial, algum banco de dados que o Google acessa, e que não é atualizado há décadas. Coisas de Brasil, será?

Estrada do Parque Nacional do Itatiaia / Itatiaia National Park

Anyway… Estivemos lá no dia 8 deste mês, para conhecer o maciço das Prateleiras, e registrei a trilha, que passa pela antiga estrada e que ainda tem alguns pedaços asfaltados.

Estrada do Parque Nacional do Itatiaia / Itatiaia National Park

Estrada do Parque Nacional do Itatiaia / Itatiaia National Park

Parque Nacional do Itatiaia / Itatiaia National Park Parque Nacional do Itatiaia / Itatiaia National Park

Em alguns trechos da trilha, a água acumulada vira lugar ideal para a criação dos girinos…

Girinos

… e dos pequenos sapos “Flamenguinho” (Melanophryniscus moreirae), que se assustam com a nossa presença. Alguns deles eram minúsculos e lindinhos! Foi difícil fotografar, pois o sapinho é bem ágil.

Sapo "Flamenguinho" (com corte) / "Flamenguinho" frog (cropped)

Sapo "Flamenguinho" / "Flamenguinho" frog

A vegetação na parte alta do parque é do tipo campos de altitude:

Parque Nacional de Itatiaia / Itatiaia National Park

Lá atrás está o Pico das Agulhas Negras, que o Pedro está filmando…

Pico das Agulhas Negras / 'Black Needles Peak'

Pico das Agulhas Negras / 'Black Needles Peak'

Lindo!

Mais fotos do Parque Nacional do Itatiaia no meu ensaio no Flickr.

Posted in Fotografia, Itatiaia, Minha vida.


8 Comentários

Mantenha-se atualizado! Assine o RSS feed para comentários deste post.

  1. Young diz...

    Prezada Lia,
    Meu nome é Young e estava procurando informações a respeito da estrada que corta o parque de itatiaia quando acabei encontrando o teu blog.
    Gostaria de saber se você pode me dar algumas informações a respeito deste caminho pois sou parte de um grupo de ciclistas (mountain bike) e estava pensando em fazer este caminho de bike com a minha turma.
    Gostaria de saber onde ela começa e termina e se precisamos de autorização para podermos andar sobre ela.
    desde já agradeço pela tua ajuda e atenção.

  2. Lia Caldas diz...

    Olá!

    A estrada começa na parte alta do Parque, é a entrada dele, que vai aos poucos deixando de ser uma estrada e se tornando uma trilha. Eu não sei se pode entrar de bike lá. Quando eu fui só tinha gente caminhando. Mas acredito que, se puder, vá precisar de autorização.

    O parque tem horário de abrir e de fechar, e você tem que dizer o que vai fazer e quanto tempo pretende ficar. Se for fazer essa trilha a pé, por exemplo, tem que avisar na portaria, pois se você não sair no final do dia, eles têm que fazer uma busca por você. No dia que eu fui, quando estava indo embora, eles estavam saindo para procurar um grupo que tinha ido pra Agulhas Negras e não tinha voltado ainda. Só pode pernoitar no parque quem for fazer travessia ou quem está hospedado no abrigo de montanha.

    A estrada termina na parte baixa do parque, acho que na estrada principal mesmo. Como eu só conheci o início dela, não saberia dizer em que estado está o resto do caminho. O site pó parque é esse aqui: http://www4.icmbio.gov.br/parna_itatiaia/ e acho que você pode encontrar mais informações lá.

    Bjs. Espero ter ajudado 🙂

  3. Young diz...

    Muito obrigado Lia,
    A tua resposta ajudou bastante.
    Vou entrar em contato com o pessoal do parque.
    Falou !!!!

  4. rafaela diz...

    eu axei muito lindo isso

  5. edvard pereira diz...

    É um desleixo muito grande do poder público (com pês minúsculos) deixar uma estrada federal virar farelo (ou buracos, ou crateras ou coisas que o valham) e não tomar nenhuma providência. Esse é o nosso brasilzão (com b minúsculo mesmo), que, embora seja a 6a. economia mundial não aplica seus impostos onde deveria. Quanto ao Parque, que ainda não conheço, mas que admiro e cujas belezas naturais não dependem do (des)governo federal para existirem, merecia um pouquinho de atenção, assim como aqueles que ali se aventuram, um pouquinho de consideração!

  6. Anderson diz...

    Eu fui em 1985 tinha uma estrada fomos de ônibus da escola gostaria muito de ir você acha possível de carro ou trator se possível mandar mais fotos obrigado

  7. Lia Caldas diz...

    Olá, Anderson. Não pode entrar lá de carro. Pelo menos quando eu fui, era proibido. O visitante tinha que deixar o carro no estacionamento do parque e fazer o percurso a pé. Espero ter ajudado. Abs, Lia

  8. LÉO diz...

    Gente, como assim criticar o abandono da estrada? É um PARQUE NACIONAL!!!!! É ridícula a ideia de querer fazer manutenção nesta via. Um local como este deve só ter a devida sinalização e segurança para trilheiros à pé e só ( ou no máximo de bike)! Isso aí é um santuário ambiental, uma maravilha da natureza que deve ser mantida intocada. Querer reativar a rodovia dentro deste parque nacional é no mínimo uma bobagem…



Você pode usar um pouco de HTML

ou responda este post via trackback.