Skip to content


As ondas de Manitiba

Aproveitei a ressaca de hoje para ir conhecer as tais ondas gigantes de Manitiba, aqui do lado da nossa casa em Saquarema. Infelizmente já não tinha mais ninguém no mar, pois só deu pra fazer uma pausa no fechamento do jornal no final da tarde. Hoje de manhã, no entanto, tinha gente surfando, filmando, fotografando.

A Laje da Manitiba, embora seja velha conhecida dos locais, foi redescoberta por surfistas de nome, como Carlos Burle, e caiu nas graças da mídia. Me disseram que foi matéria do Fantástico, ou algo assim, na Globo. Não vi. Mas eu vi a matéria no jornal O Globo. Uma página inteira!

Mas desde que o point voltou a atrair visitantes – digo voltou porque na década de 1970 o lugar era bastante frequentado por surfistas como o Rossini Maraca, atual diretor comercial do Jornal O Saquá 🙂 – a devastação na mata de restinga, protegida pelo Ibama, cresceu bastante. Por esse motivo, hoje havia uma galera de Jaconé, os surfistas locais, tentando fazer algum tipo de cerca que impedisse os carros de subirem na mata tão bonita da praia.

Além dessa ação, eles retiraram sacos de lixo e vão tentar conseguir apoio para proteger de forma mais eficiente a vegetação rasteira da praia. Eu tirei fotos! Vou tentar colocar alguma coisa no Ephemera ainda hoje.

Posted in Minha vida, Saquarema.

Tagged with .


1 comentário

Mantenha-se atualizado! Assine o RSS feed para comentários deste post.

  1. Pedro diz...

    Eu acho o Carlos Burle um surfista ótimo e respeito o cara, mas ouvi dizer que ele queria renomear o pico! Tá louco rapá? O pico não é seu não, e você não descobriu nada! Humildade…



Você pode usar um pouco de HTML

ou responda este post via trackback.