Skip to content


Translation, please

Como vocês já devem ter reparado, embaixo de cada post tem um link que promete traduzir a mensagem para qualquer uma das línguas listadas. Achei que essa seria uma boa ferramenta para que os amigos que não falassem português pudessem acompanhar o Ephemera. Agora, no entanto, depois de rolar de rir de algumas traduções para o inglês, estou repensando se deixou o não o plugin instalado. Imagina como deve estar em árabe? Ou russo?

O texto mais engraçado até o momento foi a versão em inglês da minha página “quem?”, que por ser um texto provisório, que em breve pretendo mudar, acho que vale a pena registrar aqui, com a tradução sugerida pelo Google:

“Eu sou uma antiga blogueira que um dia matou o seu blog e sumiu de vista. Agora resolvi recomeçar, mas não com o mesmo blog, com o qual não me identifico mais. O Ephemera ainda está sem cara, e enquanto eu não me decidir sobre o que vou fazer com ele, não vou saber o que devo colocar nessa página sobre quem sou eu. Por enquanto é só.”

Tradução do Google: “I am an old blogger that he killed his blog and disappeared from view. [até aí tudo bem, dá pra entender. O Google não tem obrigação nenhuma de saber que eu sou she, não he.] Now resolvi again, but not with the same blog, with which I identify more. [What the f***.. ?] The Ephemera is still not expensive [um dia vai ser??], and while I do not decide on what I do with it, I do not know what I put on that page about me. For now just.”

Não dá pra confiar, né!

Posted in Meu blog.


3 Comentários

Mantenha-se atualizado! Assine o RSS feed para comentários deste post.

  1. zel diz...

    querida, que delícia te ler de novo… muita saudade 🙂 agora vou vir sempre aqui 🙂

    beijo enorme!

  2. Lia Caldas diz...

    Oba!!

Continuando o debate

  1. Crise no Irã leva Google a lançar ferramenta de tradução de farsi | Ephemera, by Lia Caldas linkou para este post on 20 de junho de 2009

    […] Pela minha experiência com o plugin Google Translation para WordPress, isso pode criar mais confusão do que ajudar. Leia este post do Ephemera: Translation please. […]



Você pode usar um pouco de HTML

ou responda este post via trackback.